Blog Imaginado

Sem categoria

A multimédia na medicina: Telemedicina e Teleradiologia

Estamos habituados a ouvir a expressão popular “a necessidade aguça o engenho” que se aplica na totalidade às ferramentas multimédia que ajudam as equipas médicas a salvar vidas. A realidade atual afastou muitos doentes crónicos dos hospitais, por receio da infeção por covid-19, no entanto, os utentes continuaram com as suas patologias e foi necessário dar resposta a todas estas pessoas. A telemedicina e a teleradiologia, apesar de não serem tecnologias recentes, vieram para dar resposta a esta necessidade, acabando por se generalizar.

Podemos definir a telemedicina como um conjunto de tecnologias e aplicações que permitem a realização de ações médicas à distância. Esta tecnologia multimédia permite o acompanhamento do doente mais frequente e próximo, assim como, outras atividades cientificas entre instituições de referência para consultar e trocar informações. Estas são algumas das aplicações possíveis:

  • Publicação de artigos científicos e casos clínicos com o objetivo de partilhar informação e auxiliar outros diagnósticos,
  • Partilhar os resultados laboratoriais com o doente,
  • Acompanhamento de doentes crónicos, idosos e grávidas de alto risco,
  • Formação de banco de dados de referência epidemiológica.

A utilização da telemedicina traz muitas vantagens para o doente, médicos e sistemas de saúde porque reduz do tempo de espera para determinadas consultas e custos associados, reduz o custo do transporte do doente, permite um acesso rápido a especialistas. A diminuição das idas aos hospitais é muito favorável principalmente aos grupos de risco, porque os protege das infeções hospitalares. Esta prática permite o uso eficiente dos recursos, através da centralização dos especialistas e da descentralização da assistência, conseguindo dar apoio a um maior número de pessoas.

Para quem ainda está a estudar ou a escrever um poster a cooperação entre vários profissionais e investigadores na partilha de conhecimento e registos clínicos é uma mais valia. Toda esta troca de informação aumenta a qualidade do ensino e melhora a experiencia profissional.    

Na telemedicina podemos identificar a especialidade de telerradiologia, que consiste na transmissão eletrónica à distância de imagens radiológicas com o objetivo de permitir o diagnóstico à distância ou solicitar uma segunda-opinião especializada.

Como em muitos outros casos a pandemia foi o motor acelerador da generalização de muitas tecnologias em prol da saúde de todos, estejam onde estiverem. Estas tecnologias vieram mostrar a sua mais valia na prestação de serviços de saúde às pessoas que vivem em regiões desertificadas, tipicamente longe dos cuidados de saúde primários. Isto é chegar a quem precisa.

 A Tecnologias Imaginadas tem à disposição da sua clínica ou hospital uma plataforma de telerradiologia com disponibilidade em nuvem que permite ao médico radiologista analisar imagens e emita relatórios onde quer que esteja, com rigor e qualidade. Do computador, telemóvel, tablet ou qualquer outro dispositivo com acesso à internet, este especialista pode analisar diferentes casos com outros médicos, ter acesso a informações relevantes em momentos críticos ou pedir uma segunda opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Julho 2020
S T Q Q S S D
« Jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Suporte
para clientes

SUPORTE PARA CLIENTES

É cliente Tecnologias Imaginadas? Precisa de ajuda? A nossa equipa assiste-o com suporte completo em todos os seus desafios informáticos.