Blog Imaginado

Cibersegurança

Phishing… Não se deixe pescar!

Nos últimos meses o teletrabalho generalizou-se e, com isso, houve um aumento das ameaças e do cibercrime. Fique a conhecer que ameaças são essas e saiba de que forma se proteger.

Na semana seguinte à declaração do estado de emergência, sabemos que cerca de 3% das empresas já tinham sido alvo de ataques. Numa altura em que os bancos estão a pedir aos seus clientes para privilegiar a utilização das plataformas online, muitos são os avisos de tentativas fraudulentas através de SMS, em que os delinquentes informam os clientes que o acesso aos canais digitais foi desativado, pedindo a ativação através da internet, disponibilizando uma ligação que remete o utilizador para um link fraudulento. Várias entidades bancárias estão a avisar os seus clientes, mas que ameaças são estas? O que é Phishing?

Phishing é uma expressão em inglês que designa roubo de identidade online. Esta atividade consiste na tentativa de angariar, de forma ilícita, os dados pessoais de outra pessoa, sejam senhas, dados financeiros ou bancários, números de cartões de crédito ou simplesmente dados pessoais.

O hacker utiliza e-mail ou outras ferramentas online para roubar os dados pessoais que necessita. Depois de se “fazer passar” por alguém de um banco, como o exemplo a cima, pede os seus dados. Muitos dos casos, basta as pessoas abrirem a mensagem, outros as vitimas têm de clicar em determinado link para que o criminoso tenha acesso às informações desejadas.  O grande objetivo destes ataques é, na maioria das vezes, transferir dinheiro para uma outra conta bancária ou diversos outros tipos de fraudes.

Como nos podemos proteger?

Numa primeira abordagem, temos de proteger o computador, ou seja, garantir que os dipositivos que utilizamos estão seguros. Uma firewall ativa, antivírus e anti-spyware ou mesmo filtros anti-phishing são algumas ferramentas que deve ter sempre atualizadas no seu computador.

Apesar de nem todos estarmos sensibilizados para esta realidade é importante verificarmos a segurança dos endereços dos sites que carregamos. Verifique na barra onde escreve o endereço se lhe aparece no início “https”, sendo a letra “s” referente à segurança da ligação. Evite a utilização das hiperligações e escreva sempre o endereço.

Devemos evitar abrir e-mails que nos pareçam suspeitos. Uma mensagem de correio eletrónico de um remetente desconhecido ou de conteúdo que gera alguma desconfiança nunca é para abrir.

E por último, apesar de parecer óbvia, nunca é demais sublinhar que não devemos revelar dados pessoais, NIB ou muito menos os códigos do serviço de homebanking.

Lembre-se: todas as comunicações referentes a informação sensível ou confidencial os bancos, e outras entidades, não irão utilizar email ou SMS, ligam diretamente aos seus clientes. Caso receba alguma SMS, desconfie e ligue a confirmar pedido.

Não se deixe pescar e siga as recomendações de segurança informática. A Tecnologias Imaginadas conta com profissionais certificados em segurança informática que poderão ajudar a sua empresa na implementação de soluções contra estas ameaças.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Julho 2020
S T Q Q S S D
« Jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Suporte
para clientes

SUPORTE PARA CLIENTES

É cliente Tecnologias Imaginadas? Precisa de ajuda? A nossa equipa assiste-o com suporte completo em todos os seus desafios informáticos.